Rua Edmilson Pinheiro, 150, Autódromo, Eusébio - Ceará, 61760-000 | 85 3260-5145
prefeitura@eusebio.ce.gov.br

Notícias

Eusébio amplia coleta seletiva para mais dois bairros

quarta-feira | 06/12/2017

O programa de Coleta Seletiva, realizado pela Prefeitura de Eusébio, em parceria com a Associação de Catadoras e Catadores de Materiais Reciclados do Município de Eusébio (ACEU), incluiu neste segundo semestre mais dois bairros na sistemática de coleta seletiva, são eles Autódromo e Coité. O trabalho tem a coordenação da Autarquia Municipal do Meio Ambiente e Controle Urbano (AMMA), através da sua Coordenadoria de Coleta Seletiva.

A nova equipe, coordenada por Jaíres Lima, realizou neste segundo semestre, o trabalho de reformulação das rotas nos bairros onde a coleta já estava implantada e a incluiu mais dois bairros – Autódromo e Coité. Ela observa que os motoristas agora estão sob a supervisão direta da coordenaria, o que tornou o trabalho mais eficiente e com maior mobilidade. Destacou que nesse período, foram contratados dois motoristas.

“Nos meses de outubro e novembro a rota continuou a mesma por estarmos apenas com um caminhão para fazer a coleta, pois o outro estava em conserto. Mas criamos o sistema Rota Exata dos caminhões. A partir desse dispositivo é possível ter acesso exato ao local em que o veiculo está atuando”, pontua Jaíres.

Conforme o presidente da AMMA, Celso Rodrigues, atualmente estão sendo atendidos com a coleta dez bairros do município; Centro, Lagoinha, Coité, Urucunema, Parque Havaí, Autódromo, Mangabeira, Jabuti, Santa Clara e Santo Antônio, que proporcionam, em média, entre 18 a 19 mil quilos de materiais por mês. “A Prefeitura fechou um convenio com a ACEU que está complementando a renda dos 18 catadores associados. Mensalmente eles recebem, em média, R$ 450,00 do resultado da coleta. A prefeitura complementa essa renda até o valor de R$ 900,00. Mas a meta é que com o segundo caminhão funcionando e a inclusão de mais bairros essa renda possa aumentar pelo menos até um salário mínimo para os trabalhadores”, frisou.

Conforme Jaíres Lima, para 2018 a expectativa é de implantar a coleta seletiva em 100% do município, isto é, atingir os 13 bairros restantes, até setembro de 2018. “Queremos, ainda, realizar o reforço nos bairros já atendidos. A programação é que a cada seis meses a equipe retorne aos bairros para uma nova campanha de conscientização, com a distribuição de novos kits, atendendo também novos moradores dos bairros”, detalha.

Revela que outras metas são: manter a frota existente e projetar a modernização dos caminhões; ampliar e estruturar a coleta seletiva nas escolas e órgãos públicos; realizar ciclo de palestras sobre a coleta seletiva no município, envolvendo catadores, professores, alunos e país; montar uma cartilha com passo a passo para organizar e manter a coleta seletiva nas escolas; adesivar 1.365 baldes existentes no galpão de triagem para a implantação da campanha nas escolas e nos órgãos públicos.

Segundo o prefeito Acilon Gonçalves todo material coletado pelos catadores é processado e comercializado com empresas de reciclagem de lixo do município gerando renda para as 18 famílias de catadores que integram a Associação. Ele observa que a Prefeitura realizou o convênio com a ACEU concedendo uma subvenção social, com o objetivo de impulsionar a inclusão social em conjunto com a coleta seletiva no município, dos catadores. Destaca que a ideia é expandir cada vez mais o projeto, com atendimento de 100% dos moradores durante o ano de 2018.