Rua Edmilson Pinheiro, 150, Autódromo, Eusébio - Ceará, 61760-000 | 85 3260-5145
prefeitura@eusebio.ce.gov.br

Notícias

Eusébio é campeão estadual do Prêmio Peteca na modalidade curta metragem

sexta-feira | 21/09/2018

Eusébio é campeão do estado do Ceará na modalidade curta metragem no Prêmio Peteca 2018. O filme “A emocionante história de Yuri e Igor” desbancou os adversários de Barroquinha e São Benedito e levou o prêmio inédito. Esse foi o primeiro ano que a modalidade Curta Metragem foi disputada pelos alunos do município. Receberam o prêmio as alunas Ingrid Bergman Costa, Maria Clara Sampaio de Abreu e Regia Vitória Nascimento de Mesquita, da Escola de Ensino Fundamental João de Freitas Ramos, do bairro Olho D’Água.

A finalíssima do Prêmio Peteca 2018, foi realizado nesta quinta-feira (21) no Cuca do Mondubim. O trabalho dos alunos da rede municipal de Eusébio representou o CREDE 01 no evento. O Curta Metragem foi todo produzido com bonecos de “Lego” e conta a história dos irmãos gêmeos Yuri e Ígor. As alunas construíram uma cidade imaginaria, denominada de Brinquedópolis, onde todos se conheciam.

Entre os personagens principais está o Seu Oswaldo, o ganancioso dono da oficina. Conforme a narrativa, Yuri e Ígor estudam pela manhã em uma escola pública. Eles aprendem, com a professora Suzete da disciplina de Formação Humana, diversos assuntos, entre eles sobre o Estatuto da Criança e do Adolescente e o combate ao trabalho infantil. Os alunos entendem que a exploração do trabalho infantil é crime

Já em casa, eles recebem a notícia que seu pai, o senhor Pacheco, havia perdido o emprego e teria que morar no interior para trabalhar com seu irmão. Preocupados, os garotos decidem que precisam trabalhar. Sem a mãe saber, Yuri e Ígor faltam a aula e resolvem procurar o seu Oswaldo na oficina para pedir emprego. Seu Oswaldo que adora mão de obra barata, aceita na hora os meninos.

A mãe, no entanto, começa a desconfiar porque os meninos chegam muito cansados e resolve ir à escola saber o que está acontecendo. Ao chegar na Escola ela descobre que os mesmos não aparecem há uma semana e é aconselhada a procurar o CRAS. Na saída, ela encontra uma amiga dos meninos que revela que os mesmos estão trabalhando na Oficina.

A mãe segue então para o CRAS, onde faz um cadastro de emprego. Já a assistente social segue para a Oficina com a Polícia e prende o seu Oswaldo, afirmando que o mesmo agiu contra dos direitos da criança e do adolescente. A assistente social acompanha os meninos até em casa.

Dona Regina consegue uma vaga de emprego no posto de saúde e as crianças passam a estudar em tempo integral. No final do filme, a mãe tem uma longa conversa com os filhos e explica que, por mais que eles passem por dificuldades, a prioridades são os estudos, pois só assim eles poderão ajudar a família no futuro”.

Conforme a secretária Goretti Frota, a qualidade do vídeo e o enredo foram fundamentais para a vitória. As alunas demonstraram suas capacidades de criação que foi reconhecida pelos jurados presentes. Todas estão de parabéns”, destacou.

Para o prefeito Acilon Gonçalves, o prêmio Peteca coroa o trabalho que vem sendo realizado no Eusébio contra o trabalho infantil. “Temos o engajamento das escolas e de toda sociedade para a erradicação do trabalho infantil. Quero dar os parabéns as alunas pelo excelente resultado. Ele servirá de motivação para que no próximo ano tenhamos trabalhos do mesmo nível ou melhores na disputa”, ressaltou.

Veja o vídeo vencedor: https://youtu.be/9kBbs3KqjRg