Rua Edmilson Pinheiro, 150, Autódromo, Eusébio - Ceará, 61760-000 | 85 3260-5145
prefeitura@eusebio.ce.gov.br

Notícias

Eusébio foi o município com mais empresas criadas em 2017

segunda-feira | 08/01/2018

O Eusébio foi o município da Região Metropolitana da Fortaleza que mais criou empresas entre 2016 a 2017, atingindo um percentual de 12,83% de alta. Nesse período, foram criadas 849 novas empresas, segundo o site Empresômetro, que tem o registro de todas as empresas do País. No Estado, o Eusébio aparece em sétimo lugar em número de empresas com 7.561 empreendimentos, que representa 1,26% do total.

Fortaleza aparece em primeiro com 45,28%; Juazeiro do Norte, em segundo com 3,58%; Caucaia, em terceiro, com 3,49%; Maracanaú, em quarto, com 3,02%; Sobral, em quinto, com 2,17%; Crato, em sexto, com 1,34% e Eusébio, em sétimo, com 1,26% das empresas do Estado. O Eusébio ficou à frente de municípios maiores, como Iguatu, Maranguape, Itapipoca, Aracati, Aquiraz e Quixadá. A pujança da economia eusebiense, segundo o secretário de Desenvolvimento Econômico do Município, Eilson Gurgel, é constatada pelo número de empregos com carteira assinada criados em 2017, que atingiu 11.568.

O setor de Construção Civil foi o que mais empregou. Somente para o cargo de Servente de Obras, foram abertos 860 postos de trabalho e para Pedreiro, 470. Em seguida, aparece a Indústria, com o cargo de Produção, que gerou 511 vagas. Já o setor de Serviços ficou na terceira posição com 501 vagas para Assistente Administrativo e 478 para Auxiliar de Escritório. Outro setor que se destaca na área de Serviços é o das empresas de vigilância, que gerou 403 vagas no período.

Para este ano, segundo Eilson, o Eusébio estará recebendo mais dois grandes grupos do setor de Educação, que é o Christus e o Santa Cecília. No setor do comércio recebeu restaurantes, postos de gasolina e estará abrindo um novo polo industrial e de comércio, às margens das CE-010, em fase de conclusão.

O prefeito Acilon Gonçalves, observa que dentro da programação para 2018 está a inauguração da Fiocruz, ainda neste semestre, e a chegada de mais empresas para o Polo Industrial e Tecnológico de Saúde, que será responsável pela criação de empregos diretos e indiretos para a região da Precabura, Cararu e Grande Mangabeira. Acilon diz que nesse início de 2018, o comércio está repondo seu quadro de funcionários e o setor de indústria deve absorver trabalhadores recém-formados pelos cursos de capacitação realizados pelo município, entre eles o que formou profissionais de corte e costura.