Rua Edmilson Pinheiro, 150, Autódromo, Eusébio - Ceará, 61760-000 | 85 3260-5145
prefeitura@eusebio.ce.gov.br

Notícias

Eusébio inaugura a Escola da Promoção da Vida na próxima segunda-feira

quarta-feira | 12/06/2019

A Prefeitura de Eusébio inaugura na próxima segunda-feira, dia 17 de junho, a partir das 9 horas, a Escola da Promoção da Vida. Segundo o prefeito Acilon Gonçalves, esse equipamento vai ser o responsável por coordenar a capacitação e acompanhamento dos jovens que fazem parte dos projetos Jovens em Exercício da Cidadania (JEC), Mulheres em Exercício da Cidadania (MEC) e do Programa Estudante Padrão (PEP). “Temos a plena convicção que será um momento de extrema relevância para os nossos jovens e para seu futuro”, frisou.

Ele destaca que a Escola da Promoção da Vida trabalhará com o incentivo ao protagonismo e a cidadania juvenil, valorizando o empreendedorismo, a prevenção à violência, drogas e gravidez na adolescência, a resiliência, a valorização da família, a cidadania, a cultura de paz, a certificação profissional, e afetividade.

Observa que a Escola está vinculada ao Gabinete do Prefeito e tem por objetivo oferecer uma oportunidade de protagonismo aos jovens da Rede de Ensino Publica do Município e do Eusébio que vivem em contextos de alta vulnerabilidade social, visando a redução dos índices de violência através da qualificação profissional, da resiliência e da cidadania.

Segundo a diretora da Escola da Promoção da Vida, a assistente social Micheline Said, o local atenderá exclusivamente aos jovens da rede municipal de ensino público, capacitando-os para a vida e mudando a realidade dos que ainda se encontram em situação de vulnerabilidade social. “Entre as diversas ações focaremos no incentivo à cidadania, no desenvolvimento de atividades culturais, educativas, no fomento ao respeito à vida e à dignidade do ser humano e na rejeição da violência em todas as suas formas”, ressalta.

 Segundo a coordenadora pedagógica da Escola da Promoção da Vida, Miriam Barreto,  a instituição é um espaço de pastilha, de inclusão, de troca de saberes formais e informais, de desenvolvimento das habilidades socioemocionais e cognitivas e de preparo para atividades laborais. “Se propõe a despertar as habilidades e competências que todo ser humano tem para enfrentar os desafios do cotidiano, com atitudes proativas e cidadãs não fazendo da sua felicidade a tristeza dos outros,” pontua.

Segundo ela, três palavras definem a escola: protagonismo, empreendedorismo e cidadania. A Escola conta com 120 vagas destinadas a alunos da rede pública, e atenderá os seguintes critérios: 14 anos completo e 18 incompleto, ser morador no município e estar regulamente matriculado em escola municipal e estadual.

Miriam assevera que para o aluno chegar até a Escola da Promoção da Vida, deve ser encaminhado pela escola de origem, pois as atividades vão funcionar no contraturno. Destaca, ainda, que, além dos critérios citados, é levada em conta a situação de vulnerabilidade social, a partir do macrocontexto político, econômico, social e familiar do aluno.

Conheça os programas:

O Programa Estudante Padrão – PEP é destinado aos melhores alunos de cada turma do 1º ao 9º ano do ensino fundamental, com o objetivo de incentivar o melhor desempenho. Constituem objetivos do Programa:  a promoção da cultura de paz; o combate   a   todo   e   qualquer   tipo   de   preconceito;   o   desenvolvimento   das aptidões individuais dos alunos; o incentivo ao Protagonismo Juvenil; oferecer atividades que permitam enriquecer o tempo extracurricular dos educandos e estimular o envolvimento dos alunos em atividades colaborativas. Os alunos recebem uma bolsa de R$ 200,00 por mês e participam de atividades de monitoria do programa de ensino em tempo integral, pelo período de duas horas diárias de segunda a sexta-feira, nas escolas de ensino fundamental do município, mesmo que já estejam cursando o ensino médio.

O programa Mulheres em Exercício da Cidadania (MEC) atenderá exclusivamente a jovens do sexo feminino comprovadamente estudantes e moradores do município do Eusébio, na faixa etária entre 14 e 20 anos incompletos, em situação de risco socioeconômico, e cuja renda familiar não exceda meio salário mínimo per capita. As jovens estarão vinculadas a Secretaria do Trabalho e Desenvolvimento Social – SDS e coordenados pela Secretaria de Segurança Pública e Cidadania, fazendo jus a uma bolsa de estudos, e participarão de atividades laborais/educacionais que não atrapalhem a carga horaria escolar regular, não podendo exceder 30 (trinta) horas semanais.

O Programa Jovens em Exercício da Cidadania (JEC) destinado exclusivamente a jovens do sexo masculino comprovadamente estudantes e moradores do município do Eusébio. Seguirá os mesmos critérios do programa MEC. Os dois programas – JEC e MEC também pagarão uma bolsa aos participantes.