Facebook Instagram RSS
Versão para impressão Diminuir tamanho das letras Voltar Página inicial Aumentar tamanho das letras


Notícias

19/05/2017 

Eusébio discute criação de políticas públicas de saúde para as mulheres

Com o objetivo de propor diretrizes para a Política Municipal e Estadual de Atenção Integral à Saúde das Mulheres, o município de Eusébio realizou nesta quinta-feira (18), a I Conferência Municipal de Saúde das Mulheres, que foi convocada pelo Conselho Municipal de Saúde do Eusébio, órgão vinculado a Secretaria Municipal de Saúde, da Prefeitura de Eusébio. O evento aconteceu na Câmara Municipal do município e contou com as presenças do Secretário de Saúde, Mário Lúcio Ramalho; da secretária de Desenvolvimento Social, Michele Queiroz, no ato representando o prefeito Acilon Gonçalves; da secretária de Educação, Goretti Martins e da Presidente do Conselho Municipal de Saúde do Eusébio, Graça Viana.

Participaram, ainda, a Assessora Especial de Políticas Pública para as Mulheres do município, Yara Steremberg; a secretária de Saúde do município de Itaitinga, Cristina Guimarães; Ivana Barreto e Ângela Roriz (palestrante), representando a Fundação Oswaldo Cruz; técnicos; profissionais e representantes da sociedade civil eusebiense. A secretária Michele Queiroz declarou aberta a conferência em nome do prefeito Acilon Gonçalves.

A assessora especial de Políticas para as Mulheres, Yara Steremberg, abriu os pronunciamentos, destacando as conquistas que as mulheres vêm alcançando no mundo, com relação aos seus direitos, com destaque para a Lei Maria da Penha. “Porém percebo que as políticas públicas estão concentradas nos temas violência e na saúde sexual e reprodutiva da mulher. Pergunto, se a integralidade e equidade se resumem a isso?” indagou.

Ela mesma respondeu que não e, citou casos crescentes de problemas cardiovasculares, o impacto nas mulheres quanto à inserção no mercado de trabalho em atividades antes dominada pelos homens e os vícios, como o tabagismo e o álcool, assédio sexual e moral. “Nessa conferencia espero que sejam discutidos assuntos de real interesse das mulheres”, frisou.

Ivana Barreto, da Fiocruz, agradeceu a parceria com a Prefeitura de Eusébio e afirmou que brevemente os profissionais, técnicos e pesquisadores estarão ocupando o complexo que está sendo construído na Precabura. “Estamos com alguns projetos de práticas públicas em andamento, entre eles pesquisas onde o município está incluído”, afirmou.

A secretária Michele Queiroz disse que a participação da mulher, hoje, na sociedade é bastante diferente de anos anteriores. Ela destacou que no núcleo familiar muitas mulheres são protagonistas e no mercado de trabalho elas avançam, pois são mais bem preparadas que os homens. Mas que defende a parceria entre homens e mulheres e entende que a violência atinge a saúde física e mental das mulheres.

Michele observou que a frente da Secretaria de Desenvolvimento Social de Eusébio vem buscando realizar ações e criar políticas de acordo com o Sistema Único de Assistência Social (SUAS), observou que antes da criação do sistema as ações eram imediatistas e atualmente há planejamento para que as políticas sejam  eficazes e os resultados permanentes.

A Secretária de Educação Goretti Martins, também se pronunciou destacando que as mulheres conseguiram dar alguns passos em seus direitos, mas que existem muitos ainda a serem dados.

O Secretário de Saúde, Mário Lúcio, por sua vez, fez um histórico da criação das conferencias e conselhos no país, destacando que desde 1937 que existe legislação sobre o assunto. Citou o movimento sanitário brasileiro criado entre as décadas de 60 e 70, que desaguou em 1988 com a criação do SUS, “uma das políticas mais exitosas do mundo”, frisou. Observou que coincidentemente o Eusébio nasceu na mesma época de criação do SUS.

Disse que este dia 18 de maio é uma data singular, pois marca a realização da 1ª Conferencia da Saúde a Mulher no Eusébio. Argumenta que mesmo reconhecendo que as políticas de saúde nem sempre são tão eficazes, as gestões não podem deixar de buscar alternativas para melhorar chegar a um sistema de saúde comprometido com a cidadania, buscando medidas transformadoras a serem implementadas no futuro.

Mário Lúcio finalizou destacando que a Conferencia deve tratar de como as políticas de saúde podem ser universalizadas. “Estamos numa corrida desenfreada para garantir a saúde integral a todas as pessoas. Só tratar bem não basta, devemos ter infraestrutura, profissionais treinados em saúde da mulher, entre outras ações. O profissional deve estar preparado não só para os aspectos biológicos, mas também com relação às questões sociais, econômicas e políticas. Hoje contamos com uma maior participação nas conferências e isso significa um controle social e participação popular para que o País alcance uma política de saúde mais eficaz”, concluiu.

O secretário falou ainda sobre os investimentos realizados hoje pelo Eusébio na Saúde, destacando que através do Fundo Municipal de Saúde, o município recebe R$ 300 mil, valor que não custeia nem o hospital municipal, cujo investimento mensal ultrapassa R$ 1 milhão. Ele apresentou a prestação de contas da Secretaria no primeiro quadrimestre de 2017, quando o Eusébio recebeu R$ 18,2 milhões e gastou R$ 17,2 milhões.

Em seguida a representante da Fiocruz, Ângela Ortiz ministrou a palestra magna “Saúde das Mulheres: Desafios para a Integralidade e Equidade”. O assunto foi debatido pela plenária. Os presentes foram divididos em grupos para discutir os quatro eixos temáticos: O papel do Estado no desenvolvimento sócio econômico e ambiental e seus reflexos na vida e na saúde da mulher; o mundo do trabalho e suas consequências na vida e na saúde das mulheres; vulnerabilidade e equidade na vida e na saúde das mulheres e as políticas públicas para as mulheres e a participação social.

Cada grupo elaborou cinco propostas de âmbito estadual e municipal para cada eixo temático, as quais serão enviadas à comissão de relatoria da 1ª Conferência. Logo depois foi feita a escolha dos delegados municipais que participarão da I Conferência Estadual de Saúde da Mulher.

Última atualização: 19/05/2017 às 12:16:57
 
Versão para impressão Diminuir tamanho das letras Voltar Página inicial Aumentar tamanho das letras
 
PREFEITURA MUNICIPAL DE EUSÉBIO
Rua Edmilson Pinheiro, 150 - Autódromo - Eusébio - Ceará - CEP 61760-000