Rua Edmilson Pinheiro, 150, Autódromo, Eusébio - Ceará, 61760-000 | 85 3260-5145
prefeitura@eusebio.ce.gov.br

Notícias

Obras do Anel Viário avançam e terá trechos concluídos em janeiro

sábado | 22/12/2018

Com a conclusão de trechos das obras de duplicação do Anel Viário, o fluxo de veículos foi liberado nas vias de acessos em Eusébio, segundo a Secretaria de Infraestrutura do Ceará (Seinfra). Os motoristas que trafegam no Anel Viário em direção à CE-040 têm agora o acesso direto à rodovia, no sentido Fortaleza-Eusébio, pela nova alça. No trecho, está sendo construído um viaduto sobre a CE-040, interligando o Anel Viário à CE-010.

De acordo com a Seinfra, a conclusão de outras intervenções na área está prevista para janeiro. Ao final da obra, o trecho entre a CE-040, no Eusébio, e a CE-065, em Maranguape, que corresponde a 19 quilômetros, estará com as pistas duplicadas. Também deve ficar pronta a duplicação de outros sete quilômetros, entre a CE-065 e a BR-222. Com isso, as pistas dos 32 km de extensão do Anel Viário, que se estende da CE-040, no Eusébio, até a avenida Mister Hull, em Caucaia, serão duplicadas e passarão a ter 16,5 metros de largura, em cada sentido, ou seja, a medida horizontal da via está sendo triplicada, totalizando 33 metros.

Também será liberado, até o final de janeiro, o mergulho do viaduto da CE-060, em Maracanaú, para quem segue no Anel Viário sentido Caucaia – BR-116. Além da duplicação e dos viadutos, os serviços continuam com a implantação de canteiro central e ciclovias laterais. Segundo a secretaria, a obra é executada pelo Departamento Estadual de Rodovias (DER), vinculado à Seinfra, e tem previsão de conclusão até o final de 2019.

O prefeito Acilon Gonçalves ressalta que com a conclusão da obra, inicia também um novo ciclo de desenvolvimento para o Eusébio e demais municípios, que serão beneficiados com a rodovia, tanto com relação ao melhor fluxo dos moradores, quanto para a maior circulação de bens e mercadorias. “As distâncias serão encurtadas e teremos um maior escoamento das mercadorias para os portos do Pecém e Mucuripe e o Aeroporto de Fortaleza. Com isso teremos com certeza mais desenvolvimento, mais renda e geração de empregos em toda a região,” concluiu.