Rua Edmilson Pinheiro, 150, Autódromo, Eusébio - Ceará, 61760-000 | 85 3260-5145
prefeitura@eusebio.ce.gov.br

Notícias

Polo Industrial e Tecnológico de Saúde cria empregos qualificados no Eusébio

terça-feira | 20/02/2018

Com a inauguração do Polo Industrial e Tecnológico de Saúde (PITS), no próximo mês, o município de Eusébio se tornará o grande vetor de criação de empregos qualificados no Ceará. Os profissionais ligados às áreas de enfermagem, técnicas em radiologia, engenharia, arquitetura, agronomia e tecnologia da informação (TI) serão os maiores beneficiados. Atualmente, o trabalho já foi iniciado pela Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz), empresa situada no Polo, que já se movimenta na formação de mão de obra.

Segundo o coordenador da Fiocruz no Ceará, Carlile Lavor, já foram fechados convênios com universidades do Nordeste, com mestrado em Saúde da Família. Ao todo são 201 alunos, com início de pesquisas na área de biotecnologia. Por enquanto, dez pesquisadores estão atuando nos laboratórios de universidades do Ceará, enquanto as instalações da Fiocruz não ficam prontas.

Uma das empresas que atuarão no Polo é a cearense Nuteral que vai investir no desenvolvimento de novos produtos, especialmente para atender à demanda interna do Estado, com uma indústria de alimentos para nutrição enteral e a ampliação de pesquisa e desenvolvimento de novos produtos. Outra empresa cearense baseada no Pits é a Point Suture. A companhia irá atuar no desenvolvimento e inovação de fármacos, medicamentos e materiais em saúde.

O Polo do Eusébio receberá a consultoria do presidente da Associação Internacional de Parques Tecnológicos e Áreas de Inovação (IASP) Barcelona, Josep Piqué, responsável pela instalação do projeto 22@Barcelona. O projeto foi criado numa região com indústrias abandonadas e obsoletas, que hoje abriga é uma das mais famosas áreas de inovação do mundo. Na cidade espanhola, o projeto fez com que a área recebesse empreendimentos de pesquisa e tecnologia de ponta na área da saúde. Desenvolveu os arredores, aumentou o valor dos terrenos, atraiu novos cérebros e fez a região atingisse uma economia pujante.

No Eusébio, entre os impactos que essa ação trará é a qualificação dos empregos, novas pesquisas, atração de companhias internacionais e investimentos. O Polo Industrial e Tecnológico da Saúde (PITS), no Eusébio, formará com o Distrito de Inovação em Saúde Viva@Porangabussu, em Fortaleza, um HUB de tecnologia em saúde. Entre os impactos estão o aumento da qualificação dos empregos, pesquisas e atração de companhias internacionais e investimentos.

No Eusébio, o PITS segue a linha da pesquisa, mas também avança na questão industrial. Atuará como um condomínio com diversas empresas, entre elas, a Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz), na área de pesquisa e produção de vacinas; a Nuteral, especializada em biotecnologia de nutrição humana; a Point Suture, que desenvolve fios de sutura, e o Instituto Pasteur, também no segmento das pesquisas. Há ainda, no local, um complexo hospitalar batizado de CityCor, com investimentos previstos em R$ 4,5 bilhões.

As empresas que se instalarão no Eusébio terão uma tributação diferenciada. Elas receberão abatimentos/isenções no Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS), IPTU e ISS (tributos municipais). Por fim, a possibilidade de contratação de financiamentos.

Segundo o secretário de Desenvolvimento Econômico do Eusébio, Eilson Gurgel, além do setor de saúde, o PITS movimentará uma cadeia produtiva em todo o município, com maior impacto nas regiões próximas da Precabura, onde o Polo está instalado, principalmente nos setores de serviço e comércio. Ele observa que a Prefeitura já trabalha com a comunidade com relação aos impactos que o funcionamento do Polo trará, objetivando o desenvolvimento sustentável da região.

O prefeito Acilon Gonçalves destaca que um novo tempo se desenha para o Eusébio com esse novo HUB, tanto no desenvolvimento econômico, como na inclusão social, no município. “Com certeza teremos um desenvolvimento acentuado nos próximos cinco anos naquela região, que engloba os bairros da Precabura, Cararu, Mangabeira e adjacências. Estamos trabalhando, junto com a comunidade e de acordo com um planejamento prévio, para que os impactos sejam minimizados e todos ganhem com a vinda desses empreendimentos”, revelou.

Com informações do Jornal O Povo