Rua Edmilson Pinheiro, 150, Autódromo, Eusébio - Ceará, 61760-000 | 85 3260-5145
prefeitura@eusebio.ce.gov.br

Notícias

Prefeitura de Eusébio inicia Jogos Escolares e realiza Festival de Atletismo Inclusivo

terça-feira | 03/04/2018

A Prefeitura de Eusébio realiza, nesta quarta-feira (4), a abertura dos Jogos Escolares de 2018 e o 1º Festival de Atletismo Inclusivo do município. O evento é realizado pelo Núcleo de Apoio Municipal aos Munícipes com Necessidades Especiais (NAMME) e pela Secretaria de Educação do Eusébio (Seduce) e conta com o apoio das Olimpíadas Especiais do Ceará, Setor de Inclusão do município e da Secretaria de Esporte e Juventude. O evento acontecerá no Estádio Municipal, das 7h30 às 11 horas.

Segundo o coordenador de Educação Física do município, André Limaverde, os Jogos Escolares de 2018, que será uma seletiva para os Jogos Estaduais, terão como novidade neste ano; a participação dos alunos do ensino médio. Participarão alunos de 12 a 14 anos (Fundamental II) e de 15 a 17 anos (Ensino Médio) nas modalidades de Futsal, Vôlei, Handebol, Basquete, Atletismo e Badminton, nas categorias masculina e feminina.

Após a abertura dos jogos, será realizado o 1º Festival de Atletismo Inclusivo do município nas modalidades: corrida de 100 e 200 metros, salto à distância e arremesso de pelota. Devem participar do festival os alunos com deficiência, matriculados nas escolas da rede municipal e alunos do NAMME. A previsão é que o Festival conte entre 60 a 70 atletas.

Segundo o prefeito Acilon Gonçalves, os Jogos Escolares do Ceará buscam promover o intercâmbio sociocultural e educacional entre os alunos das diversas escolas, além de revelar novos talentos, levando uma mensagem de cultura e paz, mostrando que é possível realizar esporte de forma solidária e sem violência.

O prefeito destaca, ainda, a realização do Festival de Atletismo Inclusivo, que segundo ele é mais uma ação visando à integração das pessoas com deficiência na sociedade. “Buscamos eliminar o preconceito e mostrar que essas pessoas, apesar das limitações físicas, podem ser produtivas e participativas”, disse. Para este ano participarão do Festival, alunos com deficiência física e autistas.